Artigo em O GLOBO do Embaixador Rafael Eldad

Nos últimos anos, as relações políticas se fortaleceram com uma série de visitas ministeriais e comerciais dos dois lados. Resumo do artigo publicado em 09/11/2013

Os números são promissores e o potencial de cooperação e oportunidades é notório nos setores de tecnologia, saúde e segurança pública. Atualmente, o comércio bilateral gera US$ 1,5 bilhão e é grande o interesse de empresas israelenses no mercado brasileiro.

O desafio é dobrar o intercâmbio comercial e chegar aos US$ 3 bilhões ou até mais nos próximos cinco anos, diz o artigo do embaixador, que destaca “A relação entre os países se fortalece desde a aprovação, em 2011, do acordo de livre comércio entre Israel e o Mercosul” . Essa cooperação não é nova: “Desde a década de 1960, Israel contribui para o desenvolvimento da agricultura do semiárido brasileiro, por meio da difusão de técnicas de irrigação no Nordeste. Em outubro, o estado do Ceará e Israel assinaram um acordo para transferir tecnologia a produtores rurais do sertão cearense e instalar uma fazenda-modelo na cidade de Quixeramobim. A medida vai auxiliar no combate à seca e levar água para várias famílias da região.

Veja também

Campanha CHARIDY Fundo de Bolsas Ninguém Fica de Fora

Para o professor Jonathan Sacks, rabino chefe da Inglaterra, “Os judeus sobreviveram, simplesmente, porque devotaram …

Deixe uma resposta