70 Anos do Levante do Gueto de Varsóvia, Sobibor e Treblinka

O Levante do Gueto de Varsóvia completa 70 anos, assim como os de  Sobibor e Treblinka.

 

O Levante do Gueto de Varsóvia inspirou revoltas em outros guetos e centros de extermínio. Embora muitos membros da resistência soubessem que não tinham chance contra a esmagadora superioridade das forças alemãs, escolheram morrer lutando.

       

Depois que os últimos judeus deportados para Treblinka foram mortos por gás em maio 1943, no campo ficaram cerca de mil prisioneiros judeus. Sabendo que em breve seriam mortos, decidiram se rebelar. Em 2 de agosto, armados com pás, picaretas e algumas armas roubadas do depósito, colocaram fogo em parte do campo e fugiram através do arame farpado. Cerca de 300 prisioneiros conseguiram escapar e cerca de um terço deles sobreviveu aos esforços dos alemães de recaptura-los.

 

Dois prisioneiros de Sobibor, Alexander Pechersky e Leon Feldhendler, planejaram uma revolta semelhante em 1943.

Em 14 de outubro, os prisioneiros mataram onze guardas e começaram um incêndio no campo. Cerca de 300 prisioneiros escaparam, mas muitos foram mortos durante a caçada que se seguiu. Ao final da guerra, 50 deles estavam vivos.

 

Em Auschwitz-Birkenau, os prisioneiros do Sonderkommand, a força-tarefa que queimava os corpos dos mortos, descobriu que  havia planos para matá-los. Em 7 de outubro de 1944, um grupo deles se rebelou, matou três guardas e explodiu o crematório.

Várias centenas de prisioneiros escaparam, mas a maioria foi recapturada e morta. Quatro jovens acusados ​​de fornecer a dinamite foram enforcados na frente dos outros prisioneiros. Um deles, Roza Robota, que tinha 23 anos, gritou: “Seja forte, seja corajoso”, antes de falecer.

 

DATAS CHAVE

19 de abril de 1943    –  Levante do Gueto de Varsóvia  

02 de agosto de 1943 – Levante de Treblinka

14 de outubro  1943   –  Levante de Sobibor

07 de outubro de 1044 – Sonderkommando de Auschwitz

17 de janeiro de 1945  – Levante de Chelmno

Leia mais em: http://www.ushmm.org/outreach/es/article

Veja também

Palestinos manterão luta pacífica, diz Abbas a palestinos da América Latina

Em carta dirigida à comunidade palestina da América Latina, o presidente da Autoridade Palestina, Mahmud …

Deixe uma resposta